As 7 principais plataformas de streaming de jogos em 2021

Editado pela Rodrigo Alves

29 de julho de 2021

A indústria de videogames está evoluindo e a comunidade de jogadores profissionais e amadores é agora um mundo - e um mercado - totalmente próprio. Os sites e plataformas de streaming de jogos são usados por jogadores de todo o mundo para compartilhar seus jogos ao vivo, receber feedback, desenvolver uma comunidade e ganhar dinheiro para jogar. Algumas dessas plataformas são gratuitas, outras não Escolher um bom serviço adequado para sua transmissão ao vivo pode ser um desafio para um streamer iniciante. Criamos uma lista de nossos 5 principais sites de streaming de jogos para que você possa ver as diferenças por conta própria e começar imediatamente a transmitir seu jogo no PC.

As melhores plataformas de transmissão de jogos online

Novos programas, sites e plataformas de streaming de jogos chegam todos os dias; eles entram e saem de moda, se fundem (quando Hitbox e Azubu se tornaram Smashcast.tv), mudam de marca (lembra quando Beam se tornou Mixer?) e, cara, eles se multiplicam. Neste artigo, tentamos resumir a lista com as melhores, mais populares e promissoras plataformas de transmissão de jogos online.

Twitch já ocupou uma posição de liderança indiscutível entre os principais sites de streaming de jogos por algum tempo. É uma enorme rede social para jogadores e considerada o site de streaming de jogos ao vivo mais popular, fácil de usar e funcional. O próprio conceito de streaming de jogos começou a ganhar popularidade depois que a Amazon comprou a Twitch em 2014, e hoje seu público inclui milhões de jogadores, incluindo mais de 15 milhões de usuários ativos diários e nove milhões de canais.

O Twitch pode ser usado gratuitamente e é compatível com os serviços de streaming de vídeo mais populares. Existem listas de reprodução de vídeo e funcionalidades de navegação úteis, como tags e coleções. O site permite que você converse com outros usuários, inscreva-se em seus canais e fique atualizado através de anúncios de produtos.

Se você é novo no streaming de videogames para PC, é provável que se sinta perdido em meio ao mar de conteúdo diário e, se você for um streamer, saberá que é extremamente difícil se destacar no Twitch: a competição lá é tão grande que mesmo streamers proeminentes precisam ir ao vivo regularmente e trabalhar incansavelmente em seus streams para não perder dinheiro e assinantes. Essa é uma das razões pelas quais, independentemente da reputação do Twitch, até os melhores jogadores de hoje estão começando a procurar por sites alternativos de streaming de jogos independentes.

Em 2015, o YouTube Gaming foi a tentativa do Google de desafiar o Twitch, de propriedade da Amazon. Desde então, a plataforma mudou e se tornou um projeto impressionante com personalidade própria. Ele compartilha muito com o Twitch em termos de funcionalidade, e seu layout é bastante intuitivo porque em muitos aspectos se assemelha ao próprio YouTube. Fazer parte do YouTube é uma boa oportunidade para reunir todo o seu conteúdo de vídeo em um só lugar. O chat está bem integrado nos streams, e a plataforma permite que você jogue games e adicione Let's Plays em 4K a 60 FPS. O site também permite que os streamers criem um bom fluxo de receita, graças à sua associação com a plataforma de publicidade do Google AdSense.

GosuGamers é uma comunidade com mais de 3 milhões de visitantes por mês conquistados ao longo de duas décadas de existência e tem como foco principal a criação de conteúdo de alta qualidade. Cobre notícias e materiais criados por usuários para alguns dos jogos de maior bilheteria da Blizzard Entertainment, principalmente Warcraft e StarCraft. É gratuito e os desenvolvedores geralmente ganham com os anúncios de banner e afiliados. Se você não gosta muito de streaming, pode parecer um site antiquado. No entanto, isso não diminui em nada sua posição como um dos portais de esportes eletrônicos favoritos da Internet. É um ótimo site para se manter atualizado sobre que está acontecendo no mundo dos jogos eletrônicos.

Afreeca TV é uma plataforma de streaming ponto a ponto (P2P) que permite aos usuários transmitirem entre si e interagirem com o público na app. Tem uma interface limpa, que lembra a do Facebook com opções semelhantes na parte superior e na parte inferior da tela. Sua maior atração não são os vídeos feitos profissionalmente, mas sim as filmagens brutas. Clipes de artistas talentosos ou meros amantes da comida à procura de uma empresa oferecem essa interação, são o que inicialmente o Youtube dizia ser. A maioria das transmissões na rede são de criadores coreanos, ótimo para quem queira aprender mais sobre esta cultura.

Não é nenhuma grande surpresa que, depois que gigantes como Amazon, Google e Microsoft entraram no negócio de streaming de jogos ao vivo, o Facebook também decidiu se juntar à diversão. Com a maior comunidade online disponível e um domínio que dispensa apresentações, o Facebook parece estar no caminho certo para competir neste novo campo.

Assim como no caso do YouTube Gaming, ter um ambiente da web pronto e conhecido por quase todos é um grande trunfo no desenvolvimento de um novo serviço. A familiaridade de ter seus streams a dois cliques de distância de sua página do Facebook é provavelmente um dos principais motivos pelos quais o Facebook Gaming se tornou tão popular tão rapidamente.

Mas parece que o Facebook Gaming está trabalhando pesado não apenas no tamanho de seu público, mas também na qualidade de seu conteúdo de jogos, pelo que se pode julgar pelas notícias sobre seus negócios com Paladins, Heroes of the Dorm e a empresa global de e-sports ESL.

Recentemente, o Facebook lançou o Level Up, um programa que traz aos streamers do Facebook ferramentas poderosas para ajudá-los a aumentar a audiência e ganhar dinheiro. O Level Up oferece aos seus membros ajuda personalizada do suporte do Facebook, bem como a opção de transmitir em 1080p a 60 FPS; ele também fornece acesso a uma moeda virtual especial chamada Facebook Stars e a outros recursos projetados para ajudar a construir uma comunidade junto a seu canal.

Esta plataforma permite aos usuários compartilhar conteúdo no Facebook de acordo com o gosto de amigos e seguidores. As pessoas adoram transmitir ao vivo nesta plataforma a partir de seus perfis, páginas e também de figuras públicas. A melhor parte é que você poderá interagir com possíveis espectadores em tempo real. A comunicação em tempo real auxilia os usuários a saber as respostas de seu público para que as transmissões possam ser aprimoradas para melhores resultados. Os seguidores poderão receber notificações instantâneas sempre que você estiver transmitindo ao vivo. Está disponível gratuitamente.

O DLive é um player relativamente novo no mercado, mas já se estabeleceu como uma plataforma de streaming inovadora em termos de monetização e estratégia de construção de comunidade.

A DLive afirma não arrecadar nada da receita que vem dos streamers através de assinaturas ou doações digitais e promete que nunca o fará. A plataforma diz que repassa 90,1% de toda a receita das assinaturas e presentes diretamente aos criadores. Os outros 9,9% estão reunidos em um pool que premia os membros mais ativos da comunidade DLive no dia a dia. Para se ter uma ideia de como isso é impressionante, basta dizer que o Twitch fica com 50% da receita de assinaturas do canal.

A plataforma teve uma vantagem inicial bastante impressionante com a apoio a PewDiePie, um famoso jogador e criador individual nº 1 do YouTube, com 93 milhões de assinantes. "O DLive é ótimo para mim porque sou tratado como um verdadeiro parceiro, assim como todos os outros streamers em sua plataforma única”, disse PewDiePie ao explicar sua decisão de fazer stream no DLive.

Rodrigo Alves

Rodrigo Alves é um redator com experiência em criação e tradução de textos sobre softwares para PCs, aplicativos móveis, plataformas SaaS, investimentos no mercado financeiro, inovações tecnológicas, ensino de idiomas, cultura e política. Além disso, Rodrigo é especialista em redação de notícias sobre a Catalunha. Desde 2018, é o editor-chefe do portal de notícias Aqui Catalunha, o primeiro e único em língua portuguesa exclusivamente dedicado à atualidade catalã. Tem formação acadêmica em Letras, e está em contínuo processo de aprendizagem e criação.